1 de outubro de 2014

Secretário determina "Lei Seca" no dia da eleição

Foi publicada na tarde desta quarta-feira, 1º, portaria da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) que disciplina o plano de segurança para as eleições deste ano. Entre as medidas previstas, está a chamada “Lei Seca”, que proíbe avenda de bebidas alcoólicas durante o dia da votação.

Pela medida, fica proibida a comercialização de bebidas alcoólicas entre a meia noite do dia 5 até o término da apuração das urnas, às 18h. A restrição visa, entre outros pontos, reduzir conflitos entre militantes de candidatos.
A restrição também se aplica para o dia 26 deste mês - caso ocorra segundo turno. A ação integra portaria nº 1386/2014, assinada nesta quarta.
A proposta integra uma série de medidas legais que buscam ordenar o processo eleitoral deste ano. A partir desta quinta-feira, por exemplo, se encerra o Horário Eleitoral Gratuito. Já às 22h do sábado, ficam proibidas carreatas e comícios de candidatos.

Greve nos bancos atinge 329 agências no Ceará

Pelo menos 329 agências em todo do Ceará aderiram à greve dos bancários que, nesta quarta-feira (1º), chegou ao seu segundo dia. O número representa 63,2% de um total de 520 estabelecimentos localizados no Estado, de acordo com levantamento divulgado pelo Sindicato dos Bancários do Ceará (Seeb-CE).
Bancos
Conforme sindicato, a paralisação, que segue por tempo indeterminado, já fechou 100% das agências do Santander e HSBC. Na segunda-feira, durante o primeiro dia de greve, usuários ainda estavam desinformadas nas agências da Capital, buscando resolver suas pendências.

Sindicato rejeita reajuste

No último sábado (27), o Comando Nacional dos Bancários informou considerar insuficientes as propostas apresentadas pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), durante a oitava rodada de negociações da campanha. A Federação propôs reajuste de 7% no salário, na PLR e nos auxílios refeição, alimentação e creche, além de 7,5% no piso salarial (1,08% acima da inflação).

Em contrapartida, os bancários reivindicam reajuste salarial de 12,5%, além de vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá de R$ 724,00 - equivalente ao salário mínimo. O piso salarial cobrado pela categoria é de R$ 2.979,25. Além disso, os bancários também exigem melhores condições de trabalho, através do fim de metas abusivas, prevenção contra assaltos e sequestros e ausência de discriminações.

Canais alternativos são opção para consumidor

Uma vez que a paralisação não isenta o consumidor de pagar suas contas, os clientes devem ficar alerta à data de vencimento das contas para evitar transtornos futuros. Sendo assim, para os serviços além da agência, o consumidor terá que resolver com os correspondentes bancários (casas lotéricas, agências dos Correios, farmácias e redes de supermercado), caixas eletrônicos e pela internet.

CABE RECURSO Juíza nega pedido de relaxamento de prisão do vereador 'Aonde É'

aonde éO vereador Antônio Farias de Sousa, o "Aonde É", que foi preso na semana passada acusadopor um de seus assessores de cobrar o salário do mês do funcionário, teve o pedido de relaxamento de prisão negado pela juizaCristiane Maria Martins Pinto de Faria. As informações são do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE).

A magistrada, titular da 10ª Vara Criminal de Fortalezanegou o pedido feito na ultima segunda-feira (29) pela defesa do vereador. Na ação, os advogados alegaram que a liberdade de "Aonde É" não representaria "risco à conveniência da instrução criminal, ou mesmo à ordem pública, vez que a intenção do vereador não é conturbar, mas contribuir para o deslinde do presente feito".

A juiza Cristiane Maria julgou que o crime cometido pelo parlamentar é considerado grave e  "demonstra ser imperiosa a manutenção de sua clausura provisória, como única forma de garantir a ordem pública".

Com a decisão, Antônio Farias de Sousa segue preso na Delegacia de Capturas e Polinter onde responderá pelo crime de concussão, em que o réu obtem vantagem indevida de algo para si ou para outrem, previsto no artigo 316 do Código Penal Brasileiro.

Os advogados recorreram de decisão em segunda instância.
Vereador é acusado por funcionário

O vereador foi preso em flagrante no ultimo dia 26 de setembro por homens da Polícia Civil, no momento em que estava com um assessor parlamentar em uma agência bancária na Praia de Iracema. Segundo o assessor, "Aonde É" cobrava há dois meses o salário do funcionário. À Polícia, a vítima disse que vinha sendo pressionado e ameaçado.

O advogado de "Aonde É" disse que o caso foi um "engano" e que, na verdade, os dois estavam sacando dinheiro para emprestar a um amigo que eles tinham em comum.

26 de setembro de 2014

SANCIONADA Lei aumenta etanol na gasolina

Brasília. A presidente Dilma Rousseff sancionou a Lei 13.033, que aumenta os porcentuais de adição de biodiesel ao óleo diesel e de etanol à gasolina. O texto foi publicado no Diário Oficial da União de ontem. A lei já elevava para 6% o percentual obrigatório de mistura do biodiesel ao óleo diesel, desde 1º de julho deste ano. Antes, o percentual era de 5%.
Pela norma, a partir de 1º de novembro, o percentual subirá novamente, passando para 7%. Esse porcentual, no entanto, poderá ser reduzido pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), a qualquer tempo, por motivo justificado, para até 6%.
No caso do etanol na gasolina, a lei estabelece que o Poder Executivo poderá elevar o porcentual obrigatório de adição de álcool anidro à gasolina para 27,5%, desde que constatada sua viabilidade técnica. Antes, segundo a Lei 8.723/1993, o governo poderia elevar o porcentual de mistura do etanol até o limite de 25%, ou reduzi-lo até 18%, piso que ficou mantido pela nova lei

HISTÓRIA DO RÁDIO

O Começo

    Tudo começou em 1863 quando, em Cambridge - Inglaterra, James Clerck Maxwell demonstrou teoricamente a provável existência das ondas eletromagnéticas. James era professor de física experimental e apartir desta revelação outros pesquisadores se interessaram pelo assunto.  O alemão  Henrich Rudolph Hertz (1857-1894) foi um deles.
    O princípio da propagação radiofônica veio mesmo em 1887, através de Hertz. Ele fez saltar faíscas através do ar que separavam duas bolas de cobre. Por causa disso os antigos "quilociclos"  passaram a ser chamados de "ondas hertzianas" ou "quilohertz".
    A industrialização de equipamentos se deu com a criação da primeira companhia de rádio, fundada em Londres - Inglaterra pelo cientista italiano Guglielmo Marconi.  Em 1896Marconi já havia  demonstrado o funcionamento de seus aparelhos de emissão e recepção de sinais na própria Inglaterra, quando percebeu a importância comercial da telegrafia.
    Até então o rádio era exclusivamente "telegrafia sem fio", algo já bastante útil e inovador para a época, tanto que outros cientistas e professores se dedicaram a melhorar seu funcionamento como tal. Oliver Lodge (Inglaterra) e Ernest Branly (França), por exemplo,  inventaram o "coesor",  um dispositivo que melhorava a detecção. Não se imaginava, até então, a possibilidade do rádio transmitir mensagens faladas, através do espaço.
    E as inovações continuavam a surgir... o rádio evoluia rapidamente !
    Em 1897 Oliver Lodge inventou o circuito elétrico sintonizado, que possibilitava a mudança de sintonia selecionando a freqüência desejada.
    Lee Forest, desenvolveu a válvula triodo. Von Lieben, da Alemanha e o americano Armstrong empregaram o triodo para amplificar e produzir ondas eletromagnéticas de forma contínua.
    Também no Brasil o rádio crescia: um Padre-cientista gaúcho, chamado Roberto Landell de Moura, nascido em 21 de janeiro de 1861, construiu diversos aparelhos importantes para a história do rádio e que foram expostos ao público de São Paulo em 1893
Teleauxiofono (telefonia com fio)

Caleofono (telefonia com fio)

Anematófono (telefonia sem fio)

Teletiton (telegrafia fonética, sem fio, com o qual duas pessoas podem comunicar-se sem serem ouvidas por outras)

Edífono (destinado a ducificar e depurar as vibrações parasitas da voz fonografada, reproduzindo-a ao natural)
    Já em 1890 o padre-cientista Landell de Moura previa em suas teses a "telegrafia sem fio", a "radiotelefonia", a "radiodifusão", os "satélites de comunicações" e os "raios laser". Dez anos mais tarde, em 1900, o Padre Landell de Moura obteve do governo brasileiro a carta patente nº 3279, que lhe reconhece os méritos de pioneirismo científico, universal, na área das telecomunicações. No ano seguinte ele embarcou para os Estados Unidos e em 1904, o "The Patent Office at Washington" lhe concedeu três cartas patentes: para o telégrafo sem fio, para o telefone sem fio e para o transmissor de ondas sonoras.
    Padre Landell de Moura   foi precursor nas transmissões de vozes e ruídos.

    Nos Estados Unidos foram anos de pesquisas, tentativas e aprimoramentos até Lee Forest instalar a primeira "estação-estúdio" de radiodifusão, em Nova Iorque, no ano de 1916. Aconteceu então o primeiro programa de rádio, que se tem notícia. Ele tinha conferências, música de câmara e gravações. Surgiu também o primeiro registro de   radiojornalismo, com a transmissão das apurações eleitorais para a presidência dos Estados Unidos.

24 de setembro de 2014

Vozão vence mas fica em 5º

Empate do Vasco com o Sampaio Correa impediu que o Alvinegro retornasse à zona de classificação para a Série A do próximo ano. Ontem, o Vovô venceu o América de Natal por 2 a 0, na Arena Castelão

Após três partidas sem vencer, o Ceará voltou a anotar três pontos na Série B e evitou um maior distanciamento do G-4. Ontem, no Castelão, o Alvinegro bateu o América-RN por 2 a 0, com gols de Bill e Ricardinho. O placar deixa a equipe de Sérgio Soares na quinta colocação, somando 43 pontos na tabela de classificação, estando a apenas um pontos do quarto colocado, Vasco. O Vovô volta a campo no próximo sábado (27), quando enfrenta a Ponte Preta, às 16h20min, no Moisés Lucarelli (Campinas-SP).
O primeiro tempo foi de uma disputa intensa entre duas equipes que tentavam infiltrar a área adversária. Ambas tiveram dificuldades. Isso tornou o jogo corrido, com faltas truncadas e contra-ataques em velocidade. Magno Alves chegou a abrir o placar, logo aos três minutos, mas a bandeira assinalou impedimento.
O Mecão conseguiu levar perigo ao Alvinegro com bola parada, aos 18, quando Arthur Maia cobrou falta e lançou a bola perto da trave de Luís Carlos. Já o Vovô tentou campear na grande área dos visitantes. Foi assim que, aos 25, o zagueiro Wellington Carvalho, em confusão de frente para gol, por pouco não conseguiu abrir o placar. Em nova tentativa, Nikão foi derrubado na área. Pênalti. Ricardinho, aos 29, converteu.
A etapa inicial poderia ter sido de placar mais elástico para o Ceará, não fossem chances desperdiçadas pelo ataque alvinegro, principalmente por Bill. O América-RN ainda teve Tiago Dutra expulso. Mesmo com um jogador a mais, o Ceará mostrou dificuldades em articular jogadas ofensivas. 
DEFINIÇÃO
Na volta para o segundo tempo, o Ceará ampliou as chances de marcar, mas continuou a enfrentar a falta de competência do ataque na hora do último toque ao gol.  Logo aos sete minutos, Ricardinho arriscou de longe e exigiu defesa do goleiro Andrey. A falta de poder de decisão do Vovô fez o Mecão acreditar. Em trocas de passe erradas do Alvinegro o Alvirrubro conseguiu arriscar contragolpes, marcando a saída de bola dos mandantes.

A angústia dos torcedores alvinegros no Castelão acabou na reta final de partida. Aos 39, Bill recebeu assistência de Souza na medida certa e não desperdiçou a finalização: 2 a 0.
O Alvinegro de Porangabuçu voltou a consolidar três pontos na Série B. E o melhor é que encostou novamente na zona de classificação para a Série A do Brasileiro. Está a apenas um ponto do Vasco da Gama, que empatou ontem com o Sampaio Correa de 2 a 2, no estádio Castelão, em São Luís (MA). O time carioca é quarto colocado. 

Vox Populi: Dilma tem 40%; Marina, 22%; e Aécio, 17%

Pesquisa Vox Populi divulgada nesta terça-feira, 23, pela TV Record mostrou que a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff tem 40% das intenções de voto, contra 22% de Marina Silva (PSB) e 17% de Aécio Neves (PSDB).
Em uma simulação de segundo turno, de acordo com o Vox Populi, Dilma venceria Marina por 46% a 39%. Contra Aécio Neves, a petista ganharia por 49% a 34%.
Foram ouvidos 2.000 eleitores em 147 municípios entre os dias 20 e 21 de setembro. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 00733/2014 e tem nível de confiança de 95%.

16 de setembro de 2014

SÉRGIO AGUIAR RECEBE APOIO DE SALMITO FILHO E FERRUCIO FEITOSA EM FORTALEZA


Em encontro com apoiadores de sua candidatura à reeleição, no último sábado (13), no Pirata Bar, na Praia de Iracema, o deputado estadual Sérgio Aguiar (PROS) destacou as presenças do secretário de Turismo de Fortaleza, Salmito Filho, e do secretário estadual de Grandes Eventos, Ferruccio Feitosa. 
Salmito ressaltou a parceria de Sérgio Aguiar no turismo de Fortaleza, quando o deputado presidia a Comissão de Turismo na Assembleia Legislativa. Ferruccio lembrou que iria disputar uma cadeira na Assembleia, e que teria o apoio de Salmito. Ao decidir permanecer como secretário, optou por apoiar Sérgio Aguiar. Afirmou que foi uma grata coincidência o apoio de Salmito ao mesmo candidato. “Isso mostra a nossa afinidade”, observou.
http://www.camocimonline.com/

15 de setembro de 2014

O que faz uma escola se destaca

Escolas das redes estadual e municipal com maiores índices da Capital comungam de métodos semelhantes para alcançar a nota, mas têm especificidades que levaram ao mérito
Professores, pais e alunos. Juntos, e sob o olhar da coordenação pedagógica, eles alçaram a Escola Municipal Gabriel Cavalcante ao posto de melhor desempenho no 9º ano do ensino fundamental na Capital, de acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Lá, a nota apresentou um crescimento de 88% em relação a 2009, quando recebeu a última medição do Ministério da Educação (MEC). A receita, comenta Gláucia de Lucena, diretora da escola, foi sensibilizar a comunidade escolar sobre a importância do engajamento em prol do aprendizado. 
Tanto na rede estadual quanto na rede municipal, Fortaleza tem escolas com indicadores que não passam de 2,0 no Ideb. A avaliação mede o desempenho dos alunos do ensino básico. Via de regra, as que têm as mais altas colocações no ranking da Capital, não têm desempenho considerado satisfatório, mas apresentam avanços que animam educadores e gestores. Este ano, muitas superaram, inclusive, as metas projetadas pelo Ministério para 2021.
Na avaliação feita em 2013 e divulgada no último dia 5, a escola Gabriel Cavalcante, no bairro Presidente Kennedy, recebeu a nota 4,7, numa escala que vai de 0 a 10. Apesar de ser modesto, o número foi comemorado. “O nosso maior prêmio foi mostrar que a escola tem condições de ensinar os alunos, e que eles têm condição de conseguir qualquer coisa, desde que sejam motivados e que tenham um propósito para isso”.
Depois de constatado o “problema de aprendizagem” dos alunos da escola, foi iniciado um trabalho intensivo, visando melhorar os índices. “Foi um conjunto de ações: simulados, reuniões com pais, com professores. Quisemos mostrar que todo mundo era corresponsável pelo resultado. Deu certo”, afirma Gláucia.
Orgulho
No Colégio da Polícia Militar General Edgard Facó (CPMGEF), os índices dão orgulho aos gestores: 7,7 no 5º ano e 7,0 no 9º ano. Hoje melhor escola estadual do Ceará, a escola se dividiu na liderança e no segundo lugar desde que o índice começou a ser feito, em 2005. Por lá, a disciplina e o reconhecimento pelo desempenho dos estudantes são apontados como os fatores do sucesso do colégio nas medições. Um grande trunfo, ressalta o coronel Coraci Ponte, diretor comandante do colégio da PM, é a multidisciplinaridade oferecida ao aluno. “Temos 23 projetos (extra-sala) que motivam e estimulam o estudante a vir para a aula, gostar do colégio e estudar”, considera. Entre as ações, há atividades de esportes e música. Essa é uma maneira, segundo ele, de engajar inclusive os alunos que têm desempenho inferior.O Colégio Militar do Corpo de Bombeiros do Ceará (CMCB) tem desempenho semelhante ao CPMGEF no Ideb dos últimos anos. Em 2013, a nota da instituição foi 7,2 e 6,1 no 5º e no 9º anos, respectivamente. O diretor comandante, coronel Ronald Bezerra Aguiar, frisa o processo seletivo ao qual os estudantes são submetidos como fator que eleva o nível dos estudantes.

Com a nota 6,5, a Escola Rosa Amaro Cavalcante, no Manuel Sátiro, é a que tem a maior nota da rede municipal de Fortaleza no 5º ano, com 6,5. Para a diretora, Patrícia Lima, muito do desempenho positivo da escola se deve aos projetos de leitura e escrita desenvolvidos. A instituição, que deixou de ter o 5º ano em 2014, agora se concentra em manter a qualidade para que as crianças mantenham o índice em outros colégios. “Apesar de (a escola pública) ser vista com desrespeito, queremos que a população possa acreditar que a geração de novos profissionais está aqui. É possível, sim”, completa Adriana Alves, professora do 4º ano.
Números
 88% foi o crescimento da Escola Municipal Gabriel Cavalcante de 2009 para 2013
7,7 é a nota do Colégio da Polícia Militar do Ceará no 5º ano
 Saiba mais
O Ideb é um indicador de qualidade educacional realizado pelo MEC a cada dois anos. Ele conta com dois tipos de dados: o desempenho através de exames padronizados obtido pelos estudantes ao final das etapas de ensino (5º e 9º anos do ensino fundamental e 3ª série do ensino médio) e informações sobre rendimento escolar.
De acordo com o Ministério, a validade do Ideb se dá por permitir “o monitoramento do sistema de ensino do País”. Com ele, seria possível detectar a performance em termos de rendimento e proficiência de escolas e/ou redes de ensino e monitorar a evolução temporal do desempenho dos alunos.

COTAÇÃO EM R$ 2,30 O que causa o pinote do dólar em setembro

Aos poucos, sem alarde, o dólar comercial se desloca, segundo especialistas, para novo patamar de preços, em torno de R$ 2,30. Foi nesse nível de cotação, a mais elevada em mais de cinco meses, que a moeda americana fechou na última quinta-feira (11), após seis valorizações consecutivas, e acumulou alta de 2,60% no mês.
Alta do dólarConforme analistas, o preço do dólar comercial sobe puxado basicamente por três fatores. O primeiro está associado à proximidade da eleição presidencial, em que crescem as incertezas políticas e econômicas com o governo que assumirá o mandato em 1º de janeiro de 2015.
Maior demanda
A insegurança com o atual cenário tem levado à procura maior por dólar, considerado refúgio em momentos de insegurança e transição política. Outro fator que estimulou o interesse por dólar e alimentou a alta de preços foi a decisão da agência de classificação de risco (rating) Moody's de revisar de estável para negativa a perspectiva de nota de crédito do Brasil.
O País não perde a condição de grau de investimento com a decisão, considerada, por enquanto, uma espécie de cartão amarelo. Ela representa, dizem analistas, mais um aviso de que, se persistir no caminho dos desmandos fiscais, o Brasil poderá ser rebaixado para um grau especulativo na classificação de risco, o que tenderia a afugentar o investidor estrangeiro.
Grau de investimento
Eventual perda de grau de investimento põe os títulos brasileiros sob suspeição, o que dificulta a atração de capitais para investimento no País e encarece a captação de recursos no exterior, já que serão cobrados juros mais elevados para compensar o risco de eventual calote. A perspectiva de redução de ingresso de dólares, alimentada também pela expectativa de elevação dos juros americanos, reforçou a mobilidade de preços da moeda americana, apesar da continuidade de intervenções do Banco Central no mercado, notadamente com oferta de contratos de swap cambial, ainda que em volume mais baixo.
Os contratos de swap cambial servem como proteção (hedge) para o comprador, porque a operação equivale à compra de dólar no mercado futuro. Mas o detentor do contrato só recebe o dólar papel, no vencimento, se quiser. Em geral, se a moeda americana subir além das expectativas, o detentor do contrato receberá o dinheiro aplicado mais a correção cambial do período em reais.
De acordo com especialistas em câmbio, a retomada de valorização do dólar reflete um momento que combina saída mais acentuada de moeda americana do País com expectativa de redução de ingresso de capitais. Um movimento que pode continuar pressionando as cotações, que tenderiam a trafegar no intervalo entre R$ 2,25 e R$ 2,30 e daí para cima, deixando para trás o intervalo anterior, entre R$ 2,20 e R$ 2,25.

11 de setembro de 2014

É assunto na imprensa sobralense: Campanha política em Camocim é a mais empolgantes da região norte

Na noite do último sábado (6), a prefeita de Camocim, Mônica Aguiar, reuniu milhares e milhares de pessoas em mais uma reunião em torno das candidaturas de Sérgio Aguiar (deputado estadual), Leônidas Cristino (deputado federal), Mauro Filho (senador), Camilo Santana (governador) e Dilma Rousseff (presidente).
O movimento começou no bairro da Brasilia, onde a prefeita fez questão de promover um mini comício em frente a uma creche que estava com as obras paradas desde a administração anterior, e que foi reiniciada em sua gestão. Depois, acompanhada do povão e dos candidatos Sérgio Aguiar e Leônidas Cristino, a prefeita camocinense fez uma caminhada de cerca de 2km até o bairro do Cruzeiro, onde a prefeitura entregou recentemente uma praça toda reformada, após receber a mesma com as obras também paradas.
DETALHE
Os movimentos do grupo político da prefeita Mônica surpreendem pela grandiosidade e organização. As caminhadas são verdadeiras micaretas fora de época, que arrastam multidões às ruas, esquentando e embelezando a campanha eleitoral na comunidade.

10 de setembro de 2014

CE registra menor índice dos últimos 3 anos

Entre janeiro e agosto de 2014, foram registradas 46 ações no Estado. No mesmo período de 2013, foram 64, uma queda de 28%. Já em 2012, foram 50 ataques nos primeiros 8 meses
O número de casos de ataques a bancos e instituições financeiras registrado no Ceará em 2014, entre janeiro e agosto, é o menor dos últimos três anos. No total, foram 46 ações em território cearense. O volume é 28% menor que os crimes praticados no mesmo período de 2013, quando houve 64 ataques no Estado. Já em 2012, foram 50 ações nos oito primeiros meses do ano, segundo balanço feito pelo O POVO, com base nos dados do Sindicato dos Bancários.
A média registrada em 2014 foi de uma ação a cada cinco dias. O último caso registrado foi na cidade de Alto Santo, a 241 quilômetros de Fortaleza, no dia 28 de agosto, quando uma agência bancária do Bradesco foi explodida em plena madrugada. Segundo informações da Polícia Civil, um grupo formado por cerca de oito homens se dividiu em duas equipes e atacou o banco e o posto policial da cidade.
Denúncias
A titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e responsável pela investigação dos crimes de assalto a banco, o delegado Raphael Villarinho atribuiu o desempenho ao trabalho de integração realizado entre as Polícias Civil e Militar, além da ação conjunta com os estados do Nordeste, que vinham sendo executadas através da operação “Divisa Segura”, que viabilizou a criação da Coordenadoria Integrada de Segurança Pública do Nordeste (Cisp/NE), do Ministério da Justiça.“Isso é resultado desse trabalho de integração e do esforço que estamos fazendo, além da ajuda da população, que é indispensável. Estamos recebendo muito denúncias ultimamente”, disse o delegado. Segundo ele, cerca de 80 pessoas foram presas por envolvimento em ações contra instituições financeiras.Este ano, o mês de julho foi o que registrou o maior volume de ocorrências, com oito casos. Em junho, porém, houve quatro ataques. Segundo Villarinho, a expectativa é que a queda no número de ações se mantenha, já que a criação da Cisp/NE permite que vários projetos e demandas comuns sejam trabalhadas de maneira coletiva pelos nove estados da Região.
“Estamos realizando várias oficinas temáticas para pôr em prática algumas ideias. Todo mês nos encontramos e estamos propondo diversas ações práticas para reduzir o número de ataques. A ideia principal é continuar usando o Centro Integrado de Controle e Comando e Controle Regional (CICCR) de forma conjunta com os outros estados, como fizemos na Copa do Mundo e obtivemos um excelente resultado”, concluiu.

Divergência sobre BC faz Dilma e Marina terem dia mais duro de embate

As candidatas à Presidência da República Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB) tiveram ontem o confronto mais ríspido desde o início da campanha eleitoral. O motivo é a polêmica proposta de Marina de garantir autonomia legal ao Banco Central. A ex-senadora usou uma praça da Grande Belo Horizonte para rebater ontem ataques da campanha de Dilma, que começou a afirmar na TV que a ex-ministra dará “mais poder aos bancos” caso seja eleita.
“Ela (Dilma) disse que ia ganhar para baixar os juros. Nunca os banqueiros ganharam tanto como no seu governo. E agora, eles que fizeram o ‘bolsa empresário’, o ‘bolsa banqueiro’, a ‘bolsa juros altos’, estão querendo nos acusar de forma injusta em seus programas eleitorais”, afirmou, repetindo uma expressão (“bolsa banqueiro”) que era usada pelo candidato do Psol à Presidência em 2010, Plínio de Arruda Sampaio (1930-2014).
Em resposta, Dilma fez uma dura provocação contra sua adversária Marina Silva, ao disparar que é não apoiada nem sustentada por banqueiros. “Não adianta querer falar que eu fiz bolsa banqueiro. Eu não tenho banqueiro me apoiando. Eu não tenho banqueiro, você entende, me sustentando”, disse Dilma.
A presidente fez uma referência indireta a uma das coordenadoras do programa de Marina, Maria Alice Setubal, uma das principais interlocutoras da presidenciável.
Herdeira do banco Itaú, Neca, como é conhecida, doou cerca de R$ 1 milhão em 2013 ao instituto que Marina fundou para desenvolver projetos de sustentabilidade. Dilma não respondeu se há interferência de seu governo no Banco Central. Ela defendeu o texto de sua propaganda contra Marina.
“O Banco Central, como qualquer outra instituição não é eleito por tecnocrata nem por banqueiros. O Banco Central é indicado sua diretoria por quem tem voto direto. E o que o Congresso faz com o Banco Central? Chama e manda prestar contas”, afirmou.
http://www.opovo.com.br/app/opovo/politica/2014/09/10/noticiasjornalpolitica,3312203/divergencia-sobre-bc-faz-dilma-e-marina-terem-dia-mais-duro-de-embate.shtml

8 de setembro de 2014

Avanço no ensino: Ceará tem quase 44% das escolas em tempo integral

Uma boa notícia no ensino público. O Ceará alcançou o índice de 43,6% das escolas públicas com matrículas em tempo integral no ano de 2013. Segundo reportagem do Jornal O POVO, edição desta segunda-feira (08/09), essa modalidade – além de prever a permanência das crianças e adolescentes por sete horas ou mais nas instituições – busca oferecer um projeto que englobe cultura, arte, esporte, ciências, tecnologia e as disciplinas do currículo regular. Em 2012, no Estado, o percentual de escolas com pelo menos uma matrícula em tempo integral foi de 32,3%.
Apresar do crescimento no número de matrículas, a educação em tempo integral ainda é um desafio. O Plano Nacional de Educação (PNE) – documento que norteia as diretrizes e metas educacionais do País pelos próximos dez anos – estabelece que é necessário oferecer tempo integral em 50% das escolas públicas e atender 25% dos alunos matriculados no nível básico. Tido como a grande aposta para mudança na educação brasileira, o ensino integral tem pautado propostas de pretendentes aos cargos no executivo.
O ensino público está na pauta da campanha eleitoral e, no Ceará, os quatro candidatos ao Governo apresentaram projetos para a ampliação e fortalecimento da área. Nos últimos sete anos, o Governo do Estado inaugurou 104 escolas profissionalizantes e outras estão em construção para serem entregues até o final deste ano.
Especialistas da área educacional observam que o avanço da oferta em tempo integral, entretanto, precisa de atenção. No Ceará, em 2013, foram 18,3% das matrículas em tempo integral nas redes municipal e estadual. Os dois anos, 2012 e 2011, anteriores tinham registrado os percentuais de 12% e 9,8% respectivamente. Apesar de ainda não ser a oferta considerada ideal, os índices cearenses superam a média nacional. O Brasil teve 13,2% dos alunos matriculados em tempo integral durante o ano de 2013, 9% em 2012 e 8,2 em 2011.

Fortaleza levou em um jogo a metade dos gols sofridos em toda a Série C do Brasileiro

Levar três gols em uma partida, fora de casa, com campo pesado por causa da chuva, e desde os 15min do 1º tempo atuar com um jogador a menos poderia ser considerado algo até normal. Ainda mais ao enfrentar um dos três melhores times do Campeonato.
Chamusca deve conversar com o grupo para não haver mais erros (Foto: Kleber A. Gonçalves)Só que para o Fortaleza, até então único invicto da Série C do Brasileiro, só havia levado seis gols em 13 partidas. Ou seja, em único jogo, contra o CRB 3×0, sofreu metade dos gols de todo o Campeonato.
A derrota e a vulnerabilidade da defesa podem ter sido apenas algo isolado. No entanto, é mais uma alerta para o que pode ocorrer durante o tão aguardado mata-mata.
Um único vacilo, como o que ocorreu na recuada de bola do zagueiro Genilson, na qual o goleiro André Zuba não chegou a tempo e derrubou o adversário dentro dá área e ainda foi expulso, pode jogar toda temporada fora.
Por outro lado, não é preciso crucificar ou ir à caça às bruxas querendo mudar tudo o que já foi conquistado. O elenco tem seus méritos, tanto que em 14 jogos só sofreu uma derrota e possui a melhor campanha da competição.
O técnico Marcelo Chamusca, que conhece o elenco como ninguém, deve saber a melhor forma de como ele mesmo disse “renovar o espírito do grupo”.
O Fortaleza volta a jogar no próximo domingo, às 19h, contra o Paysandu, no Castelão.